quinta-feira, 10 de março de 2011

Se...



















SE EU TE PERDER;
em conseqüência de todos os meus erros,
reconsiderarei idéias
básicas sobre "posse" e "liberdade".
Proclamarei minhas falhas, revelarei as tuas -
se é que existiram..., e tentarei, por vias que desconheço, atingir a tranqüila
serenidade de não exigir dos outros o que não posso cobrar de mim mesma.



SE EU TE PERDER;
todas essas aprendizagens acima descritas deverão ser
vivenciadas e consolidadas - eis o que me dizem os amigos, os analistas, os
conselheiros de rua, os experientes da vida, os professores de humanismos
vários, os filósofos, os psicólogos e, até, os metafísicos. Porque eles sabem de
tudo e possuem remédio para todos os males.


QUANTO A MIM;
com toda a loucura de existir que é a minha plena lucidez, só
posso incansavelmente afirmar:
SE EU TE PERDER,
NÃO SABEREI MAIS COMO ME
ENCONTRAR.

By Soraya LUZ Macedo

Um comentário:

  1. Bonito poema sobre os caminhos e descaminhos do amor.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir